21 de mai de 2013

Das Prateleiras: Stardust - O Mistério da Estrela

Posted by Aline Guevara On 13:49 0 comentários


Adaptado do romance homônimo de Neil Gaiman (gênio dos quadrinhos e um maravilhoso contador de histórias), o filme Stardust - O Mistério da Estrela mostra que não precisamos de grandes sagas com diversas continuações para termos uma excelente história de fantasia. 

Yvaine, o Capitão Shakespeare e Tristan
Na trama, Tristan (Charlie Cox) é um pobre rapaz que se apaixona pela garota rica (Sienna Miller) do seu vilarejo e com a aproximação do aniversário da amada, sem a possibilidade de conseguir dar-lhe um presente tão caro quanto o que ela receberá de outros pretendentes, ele lhe promete uma estrela que caíra atrás dos muros da pequena vila. 

Ocorre que a tal "estrela" caiu na Terra em formato de uma linda mulher, Yvaine (Claire Danes) e Tristan não só precisa convencê-la a voltar para o vilarejo com ele como também precisa salvá-la de cair nas garras de muitos outros que tentarão capturá-la. Os quatro filhos do rei de Stormhold (Peter O'Toole), além de seus três outros irmãos em forma de espíritos, também querem a estrela para si. Mas a maior ameaça fica por conta da bruxa Lamia (Michelle Pfeiffer), que quer arrancar o coração da estrela para recuperar sua juventude e beleza. 

O elenco está excelente no filme, seja o casal protagonista, Cox e Claire Danes, sejam os coadjuvantes, como a vilã de Michelle Pfeiffer, o príncipe Septimus de Mark Strong e, especialmente, Robert de Niro e seu Capitão Shakespeare. Todos estão divertidíssimos, principalmente o astro veterano. 

Apesar do humor jamais abandonar a história, isso não significa que o filme não tem seus momentos sombrios e de tensão, característica tão pungente da obra de Neil Gaiman. Stardust não é poupado de mortes e violência (ainda que mais leve). 

Stardust é o típico filme família que consegue agradar crianças, jovens e adultos. Diverte e emociona com uma história muito bem realizada e completa em si mesma, sem a necessidade megalomaníaca das tramas de fantasia em terem inúmeras sequências.

0 comentários:

Postar um comentário