6 de nov de 2012

Das Prateleiras: Uma Noite Alucinante 2

Posted by Bueno Neto On 22:00 0 comentários

"Segundo as lendas, foi escrito por aqueles que pertencem a escuridão, os Darks Ones. Necronomicon Ex Mortis, traduzido sumariamente... O livro dos mortos. O livro era como uma passagem para o mundo do mal no além. Escrito há muito tempo, quando os mares eram feitos de sangue. Esse sangue serviu de tinta para escrever o livro. No ano de 1300 de nossa era o livro desapareceu".




O filme é Uma Noite Alucinante 2 (Evil Dead 2) e começa com este relato dramático onde ficamos conhecendo sobre o livro dos mortos e sua origem sinistra. A narração mostra nos primeiros momentos do filme os "incríveis" efeitos especiais, utilizando muito stop-motion. Podemos ver nesta introdução que o diretor Sam Raimi (Homem-Aranha) já em 1987 era um verdadeiro artesão dos filmes, realmente um artista sabendo criar terror sem grandes orçamentos e com efeitos especiais tirados de pura criatividade.


Agora por que falar aqui de Uma noite alucinante 2 e não de sua primeira parte, o cultuado A morte do Demônio (Evil Dead)? O diretor Sam Raimi diz que este é uma continuação do filme realizado em 1981, mas a reencenação de várias cenas do primeiro filme faz com que muitos fãs o considerem na verdade como sendo uma refilmagem. O próprio personagem Ash dirige calmamente para cabana onde teoricamente teria se passado o primeiro filme sem saber de nada do que se passou. O verdadeiro motivo para falar da parte 2 é a direção de Sam Raimi e principalmente a interpretação de Bruce Campbell (Ash).



Na trama, Ash Ketchum Williams leva sua sua namorada Linda para uma cabana que acreditava estar abandonada nas montanhas. A ideia era passar alguns dias de romance. A cabana parece mesmo ser romântica, mas não parece abandonada: o casal encontra entre outras coisas um gravador e um livro com aspecto maligno deixado pelo antigo ocupante do local, que descobrem que era um professor de arqueologia e havia descoberto em suas escavações recentes o Necronomicon Ex-Mortis e havia gravado seus ritos. Ao ouvir a fita recitando as passagens para o mundo dos mortos uma força demoníaca que possui Linda. Ash é forçado a matar a moça e a enterrá-la, mas algo permanece e continua a aterrorizar o lugar.


O espírito demoniaco possui Ash, que consegue voltar a si com a luz da manhã. Ash tenta fugir dali mas descobre que a única saída foi destruída. Quando a escuridão retorna, Ash sente a aproximação do demônio e a cabana é seu único refúgio. As lembranças de sua namorada ajudam a impedir que o ser volte a dominá-lo por completo, mas não se pode dizer o mesmo de sua mão, que é possuida e tenta matá-lo, e tem uma risada infernal. Para resolver isso, nada melhor que uma moto-serra pra cortar o mal pela raiz. Mas a loucura está em toda parte, possui os móveis, até a cabeça empalhada de um cervo na parede, e tudo se volta contra Ash. O pior é e quando o corpo de sua namorada é possuído, ela dança e usa cabeça decepada como acessório de dança, tudo em puro stop-motion simplesmente fantástico.


É aqui que destacamos a atuação de Bruce Campbell, atuando sozinho por boa parte do filme, muito antes de Will Smith ser elogiado por isso em "Eu sou a Lenda". O Ash de Campbell não só vive a loucura como se torna parte dela, até mesmo como forma de resistir a ela. A parte que ele luta contra a própria mão é pura imersão na loucura. Quando ele coloca uma serra elétrica no lugar da mão podemos ver sua expressão de vitoria em seu olhar louco. Bruce é canastrão e faz over-acting, que em um filme como este cai como uma luva. 

Enquanto isso a filha do arqueólogo, junto de um amigo e de um casal de locais, chegam à cabana. Ash não percebe os visitantes e pensa que o demônio vai invadir. Acontece um mal entedido e os homens o tomam por um psicopata e o prendem no porão, onde se encontra o corpo da esposa do arqueólogo, Henrietta, que agora está possuída pelo mesmo demônio que dominou Linda. Parece que o pesadelo de Ash não acaba. A filha do arqueólogo dá uma grande ajuda traduzindo o livro onde pode encontrar a resposta para seus problemas, mas o final não vou contar, afinal, é sempre bom deixar um gostinho de surpresa para quem não assistiu.

0 comentários:

Postar um comentário