22 de jul de 2012

Lista da Semana: Séries que deram origem a filmes

Posted by Natália Lins On 18:50 0 comentários


Elaborar produções cinematográficas baseadas em séries de TV já existentes pode parecer fácil de ser feito, mas isso não é verdade. Uma série que fez um tremendo sucesso na TV, ao ser transformada em filme pode perder características importantes e fazer com que a produção se torne um fiasco.
Então mesmo que se baseie em algo pronto e de sucesso, é preciso ter cuidado na condução para não decepcionar o espectador.

As Panteras (2000): Uma série cheia de ação e romance, que mostrou ao público o poder das mulheres e sua desenvoltura no quesito luta. Com cinco temporadas, que durou de 1976 a 1981, a série contava a história de três detetives que solucionavam casos demandados por Charlie, sujeito que as detetives só conheciam através de um rádio. O resultado foi um filme também cheio de ação e efeitos especiais, destaques para os corpos das protagonistas, uma verdadeira mistureba e alvo de várias críticas. Mesmo com esse cenário rendeu um segundo filme: As Panteras – Detonando (2003), também com críticas e bilheteria menor do que o esperado.








Sex and the City – O Filme (2008): A série conta a história de quatro amigas com diferentes personalidades, na faixa dos 30 e 40 anos, residentes na cidade de Nova Iorque. O roteiro fala sobre amor, casamento, sexo, amizade e claro, compras! A série foi um enorme sucesso, estendendo-se por seis temporadas, de 1998 a 2004. Com tanto sucesso a série originou o filme que também foi sucesso de bilheteria. Dois anos depois foi lançado Sex and the City 2, mas esse infelizmente não agradou o público.









Os Normais – O Filme (2003): O seriado de grande audiência na televisão brasileira foi ao ar de 2001 a 2003. A comédia foi escrita por Alexandre Machado e Fernanda Young e tinha como personagens principais Rui (Luis Fernando Guimaraes) e Vani (Fernanda Torres), envoltos com os problemas de casais modernos que dizia o que muitos pensam, mas poucos têm coragem de externar isso. Dois filmes vieram a partir da série. Em 2003 foi lançado Os Normais - O Filme, e bombou no cinema com 3 milhões de espectadores, já o segundo Os Normais 2 - A Noite Mais Maluca de Todas, lançado em 2009 não pôde contar com tanto público, mas chegou na marca de 2,1 milhões de espectadores.







Sombras da Noite (2012): Uma das principais séries que combinou terror e comédia na televisão, e misturou os mais bizarros personagens: zumbis, vampiros, bruxas e monstros. Além das atuações melodramáticas e dos cenários multicoloridos o vampiro Barnabas Collins rouba a cena,  interpretado por Jonathan Friend na versão de 1966-1971 e por Ben Cross na versão de 1991. Um cenário tão estrambólico chamou a atenção de Tim Burton, que novamente fez parceria com Johnny Depp para interpretar Barnabas no cinema. Uma versão onde os maiores trunfos são a direção de arte e a maquiagem.





Arquivo X (1998): A famosa série da TV americana fez muito sucesso que se manteve durante nove temporadas, de 1993 a 2002. Um casal de detetives Fox Mulder (David Duchovny) e Dana Scully (Gillian Anderson), pertencentes a um departamento do FBI investigam mistérios, conspirações governamentais e principalmente sinais de vida no espaço. O filme que foi lançado no mesmo ano, e serviu para ajudar com a divulgação da série, além de desvendar alguns dos segredos que vinham sendo guardados. Em 2008, um segundo filme foi feito, Arquivo X - Eu Quero Acreditar, infelizmente um fracasso, que mal pôde pagar os custos de produção.






A Família Addams (1991): Uma série que, apesar do pouco tempo de exibição, de 1964 a 1966, foi capaz de marcar várias gerações. Uma família com hábitos mórbidos e nada convencionais, o casal Gomez e Mortícia, mesmo depois de muitos anos de casamento, passavam o tempo todo fazendo declarações amorosas em momentos e lugares esquisitos. A versão cinematográfica fez mais sucesso do que o esperado e, em um curto espaço de tempo foi lançado A Família Addams 2 (1993) porém, o filme foi um fracasso, talvez pela produção apressada.








Cidade dos Homens (2007): Com roteiro escrito por Elena Soárez e Paulo Morelli o filme brasileiro foi inspirado na série exibida pela Globo durante quatro temporadas, de 2002 a 2005. A ideia de produzir a série surgiu após a exibição de um episódio especial, o Palace II, baseado na obra Cidade de Deus, de Paulo Lins. O filme, assim como a série, retrata os dilemas da adolescência, os problemas enfrentados pelas comunidades carentes do Rio de Janeiro como o tráfico de drogas, violância e dificuldade finaceira. A repercussão do filme foi muito positiva, tanto por parte da imprensa quanto do público.








Star Trek (2009): A respeitada série de ficção científica exibida de 1966 a 1969 conquistou milhares de fãs se tornando uma das mais bem-sucedidas da história da indústria do entretenimento mundial. Nela o público acompanhava as aventuras do capitão James T. Kirk e sua tripulação a bordo da famosa nave: USS Enterprise. Até hoje foi homenageada com desenhos animados, jogos eletrônicos, história em quadrinhos e 11 filmes. A versão mais recente chegou aos cinemas em 2009 e obteve o maior sucesso de todas.









Os Simpsons - O Filme (2007): A série que satiriza com inteligência a classe média e de maior longevidade da história da televisão americana, iniciou em 1989 e existe até hoje, um marco não só na cultura americana, mas em vários países. A produção conquistou o público e se tornou um dos 30 filmes de animação de maior bilheteria da história, além de ser a mais bem sucedida animação adaptada de uma série de televisão.









Missão Impossível: Tamanho sucesso do filme quase faz esquecer que tudo iniciou através de uma série de televisão com sete temporadas, de 1966 a 1973, onde os agentes Dan Briggs (Steven Hill), e Jim Phelps (Peter Graves), lideravam o Impossible Missions Force (IMF). A franquia teve a sequência de quatro filmes, o primeiro em 1996 e o último em 2011, todos renderam bilheterias extraordinárias, com o famoso espião Ethan Hunt (Tom Cruise) atuando em todas, porém cada filme contou com uma direção diferente.

0 comentários:

Postar um comentário