9 de jun de 2012

Metallica invade livrarias com biografias e fotos

Posted by Renan Martins On 23:35 1 comentários

Master! Master! Aumenta o som aí e avisa a galera que a pauleira vai começar!




Uma das bandas mais queridas (e polêmicas) do heavy metal está quebrando tudo e desta vez não é em cima do palco.


Nos últimos meses o Metallica tem inundado as livrarias com biografias, livros de fotos e letras comentadas de todas as épocas da banda, provando que, após 29 anos desde o lançamento do debut Kill 'em all, ainda mantém a velha garra para estar na ordem do dia e angariar novas gerações de fãs. 

Não à toa, a prestigiada revista Kerrang! elegeu o Metallica a banda de rock mais influente nas últimas três décadas (ok, há controvérsias).


A Revista Quentin separou as principais publicações. Se liga aí:




No início de abril a editora Globo lançou a biografia escrita por Mick Wall, reconhecido jornalista do meio musical e amigo de James Hetfield, vocalista do Metallica. Wall também escreveu a biografia do Led Zeppelin - Quando os gigantes caminhavam sobre a Terra. Com passagens que trazem à luz momentos da intimidade do super grupo inglês, o escrito desagradou Jimmy Page, mas recebeu loas da crítica e do público.


O jornalista britânico é ex-editor da revista inglesa Classic Rock e colaborou em publicações como a Mojo e The Times. Em seu trabalho sobre a história do Metallica, afirma que se dependesse de Cliff Burton (integrante morto em um acidente com o ônibus da banda em 1986) o grupo nunca atingiria o estrelato, devido à postura do baixista original - avesso à mídia e às concessões exigidas pela indústria da música. A conclusão é provocadora: Cliff Burton morreu, Lars Ulrich tomou as rédeas do negócio e o Metallica pôde chegar à fama.


Metallica - A Biografia tem 472 páginas e custa R$ 39,90




Metallica à época do disco Black Album
clique na imagem para ampliar






A editora Saraiva publicou em maio, pelo selo Benvirá, a história do grupo assinada pelo jornalista Paul Stenning. Em 2010 Stenning também publicou a biografia não autorizada do Iron Maiden. Ititulada 30 anos da besta, saiu por aqui pela editora Ideal Records mas o livro está esgotado.


A abordagem é similar à proposta no documentário Somekind of Monster (2003), que registra momentos conturbados do Metallica em meio ao processo de composição do álbum Saint Anger - o mais impiedosamente criticado da banda, que a teria desfigurado completamente, segundo os detratores mais amargos.


Paul Stenning focaliza os problemas com álcool, brigas, saídas de integrantes e entrevista amigos e não tão amigos assim do grupo. Guerreiros dos Palcos, biografia do Rage against the machine, também é de sua autoria.


Metallica - All That Matters tem 368 páginas e custa R$ 39,90.





Na década de 1980, com Cliff Burton (primeiro à direita)
clique na imagem para ampliar






Este livro é importado, mas você que conhece as letras da banda não vai ter problemas com o inglês. Afinal, aqui o interesse recai sobre a história das principais músicas, as motivações e as circunstâncias em que foram escritas. O livro possui fotos do grupo, ótima qualidade de papel e tamanho pouco maior que um pocket, perfeito para ler no ônibus ou no metrô. Chris Ingham publicou Metallica - The stories behind the biggest songs pela Carlton UK, em 2009. Com 192 páginas o livro custa R$ 44,90 em média.














1983 - Com Dave Mustaine (primeiro à direita) nas guitarras
clique na imagem para ampliar



O que as letras do Metallica têm a ver com a metafísica de pensadores como Kierkegaard e Nietzsche? Como a atitude rebelde do grupo formado na Califórnia, em 1981, ajuda a entender as questões existenciais que angustiam a juventude?

Responder a estas e outras perguntas é a tarefa de um seleto grupo de  acadêmicos versados em heavy metal e filosofia.

Pode parecer um tanto forçado, mas os textos são bem fundamentados e aguçam a curiosidade acerca da banda e da comunidade Metal.

Metallica e a Filosofia saiu pela Madras em 2008 e está esgotado. Você deve procurá-lo em sebos.









Metallica à época da gravação do álbum Garage inc.
clique na imagem para ampliar



O fotógrafo Ross Halfin levou às últimas consequências o clichê de que uma imagem vale mais que mil palavras. Resolveu contar a história do Metallica por meio das fotos que ele tira da turma de Hetfield há quase 30 anos.  


Um dos mais destacados de sua profissão no mundo do rock, Halfin exibe registros do Metallica desde os primórdios, a partir da era Mustaine, atravessando a fase Burton, os anos de Jason Newsted e o momento atual. 


Há desde as clássicas poses, até momentos hilários e solitários dos integrantes, em fotos coloridas e em preto e branco. Ao longo do livro o fotógrafo faz comentários sobre as imagens e sua relação com os músicos.


A edição nacional do livro de Halfin (abaixo, à esquerda) saiu pela Madras, em 2011, custa R$ 79,90 e é uma versão condensada da publicação original em inglês.

Você pode levar a edição importada (abaixo, à direita), da editora Chronicle Books, com mais fotos e em acabamento de luxo, por R$ 98,40.






























Separamos algumas fotos de Ross Halfin pra você curtir 
(clique nas imagens para ampliá-las)






Para coroar esta matéria especial com o Metallica, deixamos de lambuja um petardo da banda aí embaixo. Ou achou que estávamos brincando quando lá em cima, no início do texto, pedimos para você avisar a galera que a pauleira iria começar?

O nome desta sonzeira é Battery, do álbum Master of Puppets, de 1986 - considerado um dos maiores discos de trash metal já compostos e o último trabalho de Cliff Burton com a banda. 

O vídeo é de uma apresentação na Coréia do Sul, em 2006 e está em alta definição. Clique no botão inferior, na extrema direita, para assistí-lo em tela cheia.

Continue acompanhando as materias sobre bandas de Metal na Revista Quentin!








   

1 comentários:

Postar um comentário