4 de mai de 2012

Vs The World: Vingadores Vs Liga da Justiça

Posted by Bueno Neto On 12:00 1 comentários


O Multiverso está em perigo. Uma entidade cósmica vaga de realidade em realidade tentando descobrir o segredo por trás do início dos tempos e em sua busca ele destrói universos inteiros. Nas Terras de duas das principais realidades, o perigo já surge quando seres de um universo viajam para o outro causando caos e destruição. Nessa hora de medo cada universo Marvel e DC conta com seus maiores heróis para protegê-los, e o que eles fazem pra nos proteger?
 ...Batem uns nos outros.

A história é a premissa da minissérie de quatro edições em conjunto das maiores editoras de HQ, a Marvel Comics e a DC Comics, lançada em 2003, escrita por Kurt Busiek e com arte de George Pérez. A série apresenta os mais famosos super-heróis de cada editora, a Liga da Justiça e Os Vingadores, em conflito entre si e com um vilão de proporção cósmica. É o ápice do “brigam depois se aliam”. Um verdadeiro deleite para todo fã de super-heróis que sempre quis ver um encontro dos maiores super grupos de heróis e, claro, vê-los quebrando a cara um do outro.

Então vamos ao que interessa ver: quem varre o chão com a cara de quem, e conhecer um pouco mais da trama e qualidade gráfica da história. em menor escala, o que interessa é a pancadaria


A trama:
Poderosos seres dos dois universos cruzam barreiras causando pânico e destruição em sua chegada. A Liga da Justiça enfrenta Terminus e os Vingadores têm problemas para vencer Starro. Após ambas as lutas, em meio a pesquisas para descobrir de onde vieram os monstros, cada equipe recebe a visita de um ser cósmico: o Grão-Mestre procura a Liga da Justiça e Metrom, dos novos deuses, encontra os Vingadores. A história que eles contam é a mesma para os dois grupos:

“As barreiras entre os dois mundos foi enfraquecida e nenhum deles sobreviverá a tensão, mas há um meio de impedir. Há doze peças itens de poder, seis em cada universo. Falhem e os dois universos morrerão.”

E a partir daí tem início a caçada dos dois grupos e sua briga para reunir os itens. Vamos aos melhores combates e aos troféus.

Logo na primeira parada os dois grupos inteiros se encontram e a maior batalha campal acontece. Em uma página dupla, é cinematográfico o lápis de George Perez: Superman e Caçador de Marte usam um golpe conjunto pra derrubar Thor; Homem de Ferro destruindo o arpão de Aquaman; Mulher Maravilha defendendo o escudo do Capitão América; Flash por todo lado escapando das flechas do Gavião Arqueiro e até Batman se surpreende quando seu golpe atravessa um intangível Visão.

Não demora para Capitão América e Batman se enfrentarem e no meio da luta perceberem que tudo aquilo poderia ser um plano maior. Eles então se unem, saindo de cena para investigar. O próprio combate não dura muito e logo o foco volta para os itens. Tanto Vingadores quanto a Liga da Justiça se dividem e chamam antigos membros para procurar as relíquias.

As relíquias e combates:

Nas investigações e no primeiro contato com os Vingadores, a Liga fica com o Nulificador Definitivo, mas esse momento é tão rápido que só ocorre uma estranheza entre as equipes.

Logo de cara, Homem de Ferro derruba Flash com o repulsor antes mesmo dele chegar no local de outro artefato, e a Bateria do Lanterna Verde fica com Vingadores.

Superman e Lanterna Verde (Kely Rayner) enfrentam Miss Marvel e Magnum pelo Globo de Rá. Não dá nem graça né? Superman vence sozinho essa.

Gavião Negro, Besouro Azul e Canário Negro até derrubam Mercúrio, mas a Feiticeira Escarlate (bombada pela magia do caos mais forte do universo da DC) derruba o trio em uma magia só. Do mal a menina, que fica com Bastão de Watoob.

Aquaman e Mulher Maravilha lutam com Hércules e Mulher-Hulk, e a vitória é graças à “esperteza” de Aquaman. Nem precisa comentar que o Livro da Eternidade estava debaixo da água... Que conveniente  para o herói.

Thor e Visão perdem o Sino, Roda e Ânfora para Tornado Vermelho e Nuclear (Que vergonha Thor, perdendo para o time B da DC!).

O Gigante e Vespa enfrentam bravamente Caçador de Marte e Homem-Borracha enquanto Pantera Negra faz o trabalho sorrateiro e vence pegando a Máscara da Medusa.

Homem de Ferro e Gavião Arqueiro simplesmente demoliram Capitão Átomo e Arqueiro Verde, ficando com a Caixa dos Invernos Antigos.

Mercúrio nem vê Flash, tão rápido, que rouba o Olho Maligno de suas mãos.

Mulher Maravilha e Lanterna Verde venciam fácil o time B da Marvel, Capitã Marvel e Quasar, até Homem de Ferro dar uma passadinha lá e derrubar todo mundo de surpresa. Prêmio: a Lança do Destino.

Em frente a Darkside nem tem briga: o vilão descobre que o item não estava ativo e simplesmente joga fora. Flash corre com Mercúrio pelo prêmio e o mais rápido vence. Flash fica com a Manopla do Infinito.

O final foi grandioso: toda Liga da Justiça e Vingadores na luta pelo Cubo Cósmico. Todos os heróis no clímax épico, tendo como centro Thor e Superman frente a frente. Enquanto nos emocionamos com Super defendendo com as mãos o poderoso golpe de Mjölnir, ainda acompanhamos os combates em segundo plano.

Por fim, Superman derruba Thor em nocaute e TODOS os Vingadores fazem “montinho” no Super por pura indignação. Nesse momento Capitão América e Batman ressurgem para ajudar a definir o vencedor. Quando os Vingadores pegam o ultimo item, o próprio Capitão interfere e dá voz de comando para deixar a Liga vencer. A verdade é que Batman e Capitão saíram de cena anteriormente para investigar e descobriram uma trama maior por trás de tudo. Garantindo a vitória da Liga eles estariam na verdade fazendo um jogo cósmico acabar com vitória para o Grão-mestre, que protegia os universos. O perdedor foi Krona, um ser tão poderoso que não aceita a derrota.

Muito mais que um conflito entre heróis, a minissérie é épica e sua conclusão ainda mais. O Grão-mestre usa os itens coletados para proteger os universos mesmo que com isso bagunce o próprio tempo e espaço. Com isso, Vingadores e membros da Liga da Justiça de todas as épocas se unem contra Krona em uma batalha grandiosa, colocando todos as diferenças de lado e agindo como uma força poderosa. Todos os grandes membros e épocas dos dois grupos marcam presença até a batalha final com Krona. A derrota do vilão faz tudo voltar ao normal.

Vingadores VS Liga da Justiça é a minissérie perfeita para quem gosta de entretenimento e pura diversão despretensiosa.

1 comentários:

Gostei muito qnd eles "fundiram" os personagens... "Dark Claw" ficou muito foda, Wolverine + Batman... dentre outros como Mulher Maravilha + Tempestade que surgiu a Amazona, o Sipder-Boy ficou fera tbm, Superboy + Spider-Man... enfim... gostei dessa saga e como eles ficaram! ^^

Postar um comentário