18 de mar de 2012

Lista da semana: Robôs da Cultura Pop

Posted by Janaína do Amaral On 23:41 0 comentários


Não é de hoje que os humanos alimentam a ideia de inteligência artificial. Alguns dróides, andróides, cyborgs, enfim, se tornaram ícones na categoria. Acompanhe a seleção da Quentin de alguns dos robôs mais famosos da cultura pop.

10- Rosie, de Os Jetsons

A empregada doméstica da família Jetson, Rosie, cuida das crianças e fazas tarefas da casa. Mesmo sendo um modelo antigo, a família não pensa em trocá-la por um modelo mais novo. Quando expressa opinião, dá a impressão que é uma ser humano presa numa armadura de lata.

9-Optimus Prime, de Transformers 

O líder dos Autobots, em muitas versões da franquia Transformers, é um excelente guerreiro, e ótimo estrategista. A principal característica é a liderança benevolente, ele é capaz de se sacrificar para salvar a qualquer um. Além disso tem um lado filósofo, dono de frases como: “Sem sacrifício não há vitórias”.





8- Sonny, de Eu, Robô

Programado para ser livre e obedecer as três leis da robótica, Sonny é acusado de ter assassinado o Dr. Lanning, um cientista e criador das tais leis, que ditam que robôs não podem machucar humanos; devem obedecer humanos, caso isso não contradiga a Primeira Lei; e devem proteger a si mesmos, caso isso não contradiga a Primeira e a Segunda Leis.

7-Bender, de Futurama


Cheio de personalidade, é como podemos definir Bender. Apesar de alcoólatra, cleptomaníaco, fumante, egocêntrico e da sua aversão ao ser humano, ele é legal.


6- Alfa, de Power Rangers


Ai ai ai ai ai, é a frase mais lembrada desse robô. Quem cresceu assistindo aos Power Rangers sabe que embora fosse atrapalhado, o braço direito de Zordon era essencial para os Rangers.






5- O Exterminador do Futuro


O cyborg veio do futuro para eliminar Sarah Connor, mãe do líder da resistência humana, num futuro comandado pela inteligência artificial, e assim, alterar o curso da história. Apesar disso conquistou o mundo com  suas frases de efeito “Hasta la vista, Baby” e “I’ll be back”.



4- Robocop


Alex Murphy era um policial que atuava nas ruas de Detroid até que numa da suas missões foi trucidado, dado oficialmente como morto, Murphy foi transformado pela Empresa Omni  em um cyborg de combate ao crime, o Robocop, portando a mais alta tecnologia e poder de fogo.

Mais uma vez volta às ruas, agora mais poderoso, como defensor da lei e da ordem na cidade consumida pela corrupção e pelo crime. Mas as lembranças de sua vida como Alex Murphy começam a surgir, a partir daí a vingança se torna seu principal foco.


3- Wall-E


Wall-E é o último robô deixado na Terra pelo humanos, que se exilaram numa nave gigantesca, para limpar o planeta destruído pelo lixo e gases tóxicos. Sua vida consiste em compactar o lixo existente no planeta, que forma torres maiores que arranha-céus, e colecionar objetos curiosos que encontra ao realizar seu trabalho. Até que um dia surge repentinamente uma nave, que traz um novo e moderno robô: Eva. A princípio curioso, Wall-E logo se apaixona pela recém-chegada.


2- Marvin, de O Guia do Mochileiro das Galáxias

O andróide paranóide é incrível. O robô de bordo do Coração de Ouro é projetado para ter sentimentos humanos, ele sofre de uma depressão imensa, principalmente por ter o cérebro do tamanho de um planeta, seu QI é pelo menos 30 bilhões de vezes maior que de um ser humano. Mas como é designado para tarefas simples, como abrir portas, escoltar visitantes, ser ignorado por todos, ele fica profundamente deprimido e tem um sentimento de desprezo pela vida.
















1- R2-D2 e C-3PO, de Star Wars


Bom, quando se fala em cultura pop é impossível deixar de considerar uma das maiores franquias de todos os tempos. E como é lista é sobre robôs não podem ficar de fora os robôs de Star Wars
R2-D2,  um dróide astromecânico, responsável pela manutenção e navegação de astronaves, fala uma lingua incompreensível, de bipes e ruídos. E seu amigo C-3PO , um dróide de protocolo (intérprete e relações-sociais) fluente em 6 milhões de meios de comunicação.

0 comentários:

Postar um comentário