30 de abr de 2013

Perdidos no Espaço da TV: Defiance - Primeiras Impressões

Posted by Aline Guevara On 08:55 0 comentários



Defiance é a nova série de ficção científica do canal a cabo norte americano Syfy, passada em um futuro próximo no qual a Terra foi completamente modificada após a chegada de extraterrestres.

Na trama, a Terra foi invadida por alienígenas chamados de Votans, que vieram ao nosso mundo procurar um novo lar depois que o seu planeta foi destruído. Houve uma guerra entre os humanos e os extraterretres que, após muita destruição, culminou no histórico momento em que ambos os lados da luta decidiram abandonar suas armas e a luta. Estes ficaram conhecidos como defiants (desafiantes). É em homenagem a eles que a antiga cidade de St. Louis nos EUA, foi rebatizada de Defiance, onde Votans e humanos coexistem, apesar de não ser uma convivência muito tranquila. É neste local que se desenrola a história, 33 anos depois da chegada dos alienígenas na Terra.

Irisa e Nolan
Acompanhamos o humano Josh Nolan (Grant Bowler), que é um defiant, e sua filha adotiva Irisa (Stephanie Leonidas), uma Voltan da raça dos Irathient, buscando sobreviver neste mundo tão mudado. Depois de encontrar uma valiosa fonte de energia, os dois são atacados por errantes, depois salvos pelos oficiais de Defiance e por fim levados até a cidade, bem no momento de transição do cargo de prefeita para a jovem Amanda (Julie Benz - a Rita de Dexter). Ambos precisam ganhar dinheiro rápido para deixar a cidade e recuperar a tecnologia que esconderam. 

De início a série pode ser um pouco confusa, afinal o piloto toca apenas de leve no passado que levou o mundo a mudar tanto. E são muitas as informações que ficam jogadas no piloto. Pelo lado positivo, Defiance não se rende ao didatismo e certamente iremos descobrir cada vez mais sobre essa nova Terra ao longo dos próximos episódios.

A Castithan Stahma Tarr: as aparências enganam
O trunfo de Defiance é a sua rica mitologia. Os Votans são divididos em sete raças: Irathient, que parecem ser mais violentos e selvagens; Castithan, que representam uma certa aristocracia dos Votan; Indogene, que são inteligentes e tem uma afinidade grande com a tecnologia; Volge, que são perigosos e muito poderosos. Estes quatro são aprensentados um pouco melhor no piloto, mas ainda faltam os Liberata, Sensoth e Gulanee. É dos Votans que saem as personagens mais interessantes, como a rebelde Irisa, a aparentemente submissa Castithan (mas na verdade o cérebro por trás da família) Stahma Tarr (Jaime Murray), e a divertida e grosseira médica Indogene que cuida do hospital de Defiance.

Mas, infelizmente, estes não parecem ser os elementos foco da série que, pelo que o piloto mostrou, se concentrará mais em Nolan e Amanda, personagens não muito originais. Defiance já possui um grande número de clichês logo no seu primeiro episódio e muitas das situações apresentadas são extremamente previsíveis. Mas isto pode ser controlado nos próximos episódios, uma vez que este só serviu de introdução à história, ainda mais depois da interessante cena final. No entanto, um problema maior foram os furos de roteiro, que resultaram em vários momentos absurdos.

Defiance não é uma série ruim, mas deve ser assistida despretenciosamente. Inclusive, os efeitos especiais, largamente utilizados no primeiro episódio, são superiores a maioria das produções do gênero. Para quem gosta de ficção científica, pode ser um prato cheio.

A cidade de Defiance

0 comentários:

Postar um comentário