22 de abr de 2013

Perdidos no Espaço da TV: Da Vinci's Demons - Primeiras Impressões

Posted by Aline Guevara On 22:05 0 comentários



Da Vinci's Demons é uma das séries mais aguardadas do ano e finalmente teve a sua estreia no canal Starz no último dia 12. O seriado que terá 8 episódios em sua primeira temporada já deu mostras logo nos primeiros minutos do seu piloto do que vem por aí: violência, sexo, intriga política, um protagonista muito carismático e um pouco de misticismo.

Leonardo em seus projetos
Acompanhamos um Leonardo da Vinci jovem (e muito bonito) em ascensão na livre cidade de Florença em um período que artistas a buscavam ávidos pela assistência das poderosas e ricas famílias italianas, especialmente os Medici, grandes mecenas que patrocinavam e incentivavam a arte. Aqui, Lorenzo de' Medici perde seu maior aliado em Milão, o duque de Sforza, assassinado e sente que o Vaticano pode estar por trás do crime para tirar poder de sua família. Diante de tal perda, ele decide fortalecer o poder de seu nome junto a população e para isso contrata da Vinci para criar com suas engenhosidades mecânicas um espetáculo visual nas comemorações da Páscoa. O que ele não sabe é que o artista já deseja essa união com os Medici e que está de olho na esposa de Lorenzo, Lucrezia Donati.

O Leonardo da Vinci de Tom Riley é um personagem bem divertido. É hiperativo, atrevido e descrito como arrogante pela maioria das pessoas que o conhece (segundo ele, está acusação não lhe cabe uma vez que "arrogante" implica exagero no próprio valor, coisa que não faz). Ainda que a história indique que o artista seria homossexual, a série decide apostar no estilo "garanhão" até mesmo para desenvolver a relação entre da Vinci e Lucrezia, no entanto, em uma cena do piloto, após concordar com o amigo sobre um de seus antigos modelos masculinos (claramente afeminado) ser um enganador, ele complementa dizendo que ainda assim o garoto era "agradável aos olhos".

O título da série faz referência a um ponto que promete ser central no desenvolvimento do personagem principal: o seu passado obscuro. Da Vinci é filho bastardo, e rejeitado, do tabelião que serve a Lorenzo de' Medici e quase nada sabe sobre sua mãe morta quando ele ainda era um bebê, mas já tivemos indicações a sua identidade será uma descoberta importante para o artista, assim como a verdade sobre uma estranha memória suprimida na infância.

Da Vinci e Lorenzo de' Medici
A certo momento percebe-se que sociedades secretas envolvidas com religião e grandes segredos não ficarão de fora da série, como o título a la Dan Brown me passou a impressão. Mas as tramas  conspiratórias do escritor parecem tão distantes do restante da história desenvolvida em Da Vinci's Demons que imagino (espero!) que as semelhanças entre as obras comecem e terminem nesse ponto exclusivo.

A direção de arte da série está de parabéns ao reconstruir a bela Florença medieval, apresentando  alguns de seus maiores monumentos nas transições entre uma cena e outra e passeando a câmera por alguns detalhes arquitetônicos. É impossível não se impressionar. Da mesma forma é extasiante ver imagens da cidade vista de cima.

O ritmo da série é acelerado e pode se tornar confuso em alguns momentos. Parece que estão tentando inserir o máximo de informações importantes que conseguirem no pouco tempo que têm para contar a história. Os episódios devem ser longos, o piloto tem 58 minutos de duração, mas talvez 8 capítulos seja um número pequeno demais para Da Vinci's Demons.

O Starz não tem séries muito proeminentes e a única que era mais famosa, Spartacus, teve seu series finale exibido antes da estreia de Da Vinci's Demons, portanto tudo o que os responsáveis pelo canal desejam é tentar emplacar outro sucesso. E diante da boa audiência do piloto, o novo seriado já foi renovado para a sua segunda temporada! 

Comentário avulso: Eu iria ficar MUITO chateada se alguém cortasse a garganta de uma pessoa na minha banheira. Imagine só o trabalho para limpar tudo depois.


0 comentários:

Postar um comentário