18 de fev de 2013

Perdidos no Espaço da TV: Smash - 2ª temporada

Posted by Aline Guevara On 23:44 0 comentários


A primeira temporada de Smash dividiu opiniões. Existem aqueles que amaram e outros que desistiram do programa sem cerimônias. Mas mesmo quem tenha gostado muito da série não pode negar que após um fabuloso episódio piloto, Smash sofreu sim uma queda de qualidade e de audiência. Portanto, é por isso que esse o retorno do show para a segunda temporada, em um episódio duplo, é tão importante para determinar o seu futuro.

E a série promete tomar rumos muito diferentes dos vistos na temporada anterior. Para começar, muitas tramas paralelas foram cortadas junto com seus personagens. Aparentemente não veremos mais as maquinações de Ellis para cima de Eilleen e cia, e nem precisaremos mais nos preocupar com os relacionamentos conturbados de Karen e Dev e Julia e Michael, já que os atores foram cortados do programa. 

Veronica Moore (Jennifer Hudson) e Karen
Alguns saem, outros entram. Um dos destaques da segunda temporada é a participação de Jennifer Hudson (ganhadora do Oscar de melhor atriz coadjuvante por Dreamgirls), que interpreta Veronica Moore, uma bem sucedida atriz da Broadway. Por enquanto, a personagem ainda não mostrou a que veio, mas a inclusão da atriz valeria mesmo que fosse somente para ouví-la cantando. Ela está sensacional em "Mama Makes Three" e no dueto com Karen "On Broadway". Outra novidade é Jimmy, personagem que deve ser novo interesse amoroso de Karen, que não é só um rostinho bonito, mas também compõe e canta incrivelmente bem.

Mas o drama dos criadores do Bombshell continua. Julia, dramática como sempre, não consegue enfrentar as críticas que vem sofrendo nos jornais (que, vamos ser sinceros, não fazem nenhum sentido - criticas às músicas? AS MÚSICAS? São a melhor parte da série!) e o divórcio, se afundando no sofá de Tom, deixando de lado o parceiro e a equipe do musical para mergulhar na depressão. Derek é acusado de assédio sexual por garotas com ele (até aí, nada estranho), mas o pior de tudo é que a verba que Eilleen havia levantado para financiar o musical está sendo investigada e o trabalho de todos está desacreditado. 

Ivy arrasando em "They Just Keep Moving The Line"
O clima entre Karen e Ivy não poderia estar pior. Após Ivy ter dormido com Dev, Karen não quer ver a outra de forma alguma. E como agora a morena é a estrela do espetáculo e está muito próxima de Derek, isso pode significar a demissão da loira. É claro, muita coisa muda ao longo do episódio duplo da premiere, mas tudo indica que dessa vez Ivy vai ter que se esforçar ainda mais para conquistar o seu tão sonhado espaço sob os holofotes da Broadway. Mas ela é dura na queda e é bom ver que mesmo depois de tudo o que passou, não perdeu o seu charme e seu brilho. O momento em que ela canta na frente dos convidados da American Theatre Wing é um dos melhores do episódio.

Quanto a Karen, dá para perceber que a personagem mudou muito. Amadureceu, mas também passou a jogar com as mesmas cartas que os veteranos da Broadway. É interessante vê-la seduzindo Jimmy para conseguir o que quer, da mesma forma que Derek fez com ela no episódio piloto.

Karen seduzindo Jimmy
Os roteiristas estão tentando trazer novos ares à Smash, afinal não dava para ficar segurando a história somente com a briga das atrizes pelo papel de Marilyn Monroe. Mas não acredito que acharam um equilíbrio para essa nova trama, que está atirando para várias direções diferentes. Os números musicais, geralmente irretocáveis, às vezes aparecem desconexos e desnecessários, como a sequência de "Would I Lie To You" - foi vergonhosa, parecia piada.

Com um primeiro episódio bom e um segundo apenas mediano, Smash vai precisar melhorar para conseguir se manter viva. Depois de uma péssima estratégia do canal NBC de liberar o primeiro episódio na internet antes da estreia oficial na televisão, a audiência de Smash foi prejudicada. Resta ver se a nova trama vai resgatar a confiança do público e subir os números da série.





0 comentários:

Postar um comentário