8 de nov de 2012

Era uma vez: Enigmas de Londres - Espíritos do Tâmisa

Posted by Thaís Colacino On 18:51 1 comentários

Peter Grant, em seu último dia fazendo o estágio inicial na polícia, se depara com um assassinato brutal em que a vítima foi decepada com um golpe. Por sorte ele encontrou uma testemunha ocular. Para a má sorte dele, a testemunha era um fantasma. Então ele segue os protocolos da polícia britânica, pedindo o nome e ouvindo o relato. E isso muda sua vida.

Para começar, Peter acaba sendo designado para o setor que trata desses assuntos sobrenaturais na polícia londrina, que conta somente com o inspetor Nightingale há anos (muuitos anos). Ele se torna aprendiz e começa a aprender magia enquanto investiga o caso de assassinato, quando surgem muitos outros ainda mais violentos. Tudo isso enquanto tenta mediar a disputa de território entre dois espíritos do rio Tâmisa.

Enigmas de Londres - Espíritos do Tâmisa é uma leitura agradável e sabe mesclar bem os variados assuntos e seres que aparecem, passando de fantasmas a vampiros, trolls e ninfas. Não que cada encontro seja somente para ilustrar o mundo novo em que Peter se meteu: cada um deles tem um motivo, normalmente uma investigação, e são mais uma parte do quebra cabeça que é o assassinato inicial.

O autor é Ben Aaronovitch, roteirista da cultuada série Dr. Who, e imprime muito do humor britânico, seco, irônico e auto depreciativo ao livro, mesclando bem o suspense com pitadas de comédia e ação.

Aaronovitch faz um bom trabalho na construção dos personagens: Peter é extremamente humano, tendo pensamentos com os quais qualquer um pode se relacionar, além de ser distraído e inteligente o suficiente para que obtenha a simpatia dos leitores. O misterioso Nightingale, apesar de não aparecer tanto, também conquista, assim como a empregada Molly, que nem precisa dizer uma palavra para nos deixar intrigados. Beverly e a Mama Tâmisa também são interessantes, enquanto Ty é extremamente odiável pelos conflitos de interesse que causa. Tudo planejado.

Enigmas de Londres - Espíritos do Tâmisa é o primeiro livro da série (que antes era uma trilogia). O cenário fantástico misturado à realidade que todos conhecemos é um bom ponto de partida para criar um mundo novo e atraente aos leitores, ainda mais com personagens que não revelam tudo de si já no primeiro episódio. Apesar de algumas incongruências na resolução do caso principal (o futuro, que era supostamente imprevisível, foi predito ou foi simplesmente um eco do passado, resultado de alguma viagem no tempo? O vilão queria que a polícia o seguisse?), o livro encanta e tem fôlego para diversas histórias que prendem os leitores até as últimas páginas.

1 comentários:

Estou louco para ler esse livro, parece ser tão bom.

Postar um comentário