13 de ago de 2012

Leya na Bienal: Draccon fará novo Dragões de Éter e Carolina Munhóz outro livro de fadas

Posted by Aline Guevara On 20:31 0 comentários

Carolina Munhóz autografa seu novo livro 

O estande da Editora Leya estava em festa no sábado (11). Isso porque não só a escritora Carolina Munhóz estava caracterizada de fada para autografar seu novo livro, O Inverno das Fadas, como também havia uma comoção de fãs para acompanhar o lançamento do novo trabalho de Raphael Draccon, Fios de Prata – Reconstruindo Sandman. Ao fim da noite, a editora contabilizou aproximadamente mil pessoas no local para prestigiar seus escritores.

Mas para alegrar ainda mais os fãs (e quem mais estivesse por perto!), o escritor preparou uma surpresa: cosplayers dos personagens da sua série Dragões de Éter. Tivemos a já tradicional Ariane (a Chapeuzinho Vermelho - mais uma vez interpretada pela simpática Carolina), a bruxa Babau com uma incrível maquiagem, a fada gótica e o belíssimo príncipe Axel Terra Branford, que arrancou muitos suspiros e fotos entre as fãs.


Cosplayers de Dragões de Éter
A festa começou, no entanto, no estande da Submarino, onde o casal de escritores, Raphael e Carolina, fez um bate papo com seus leitores e os dois divulgaram excelentes notícias para quem gosta de seus livros: ambos planejam novos lançamentos. Draccon declarou que já planeja um próximo livro de Dragões de Éter, este que será o quarto da série, que se passará 5 anos após os eventos de Círculos de Chuva. Carolina diz que planeja um novo livro sobre o universo das fadas e que envolverá realities show.

Além das novidades, ambos falaram a importância do relacionamento próximo com os fãs e como isso os impulsiona a escrever, além de darem dicas para os novos escritores que, assim como eles foram um dia, sonham em conseguir publicar livros e se estabelecer no mercado literário nacional. "Você tem que levar a sério, ser escritor é uma profissão, não hobby. Tem que ter horários, tem que entregar o texto nos prazos e escrever muito. Nenhum escritor vive de um livro só". Draccon explica que hoje em dia ele vive de seus livros, mas que precisou de 4 anos depois da primeira publicação para atingir essa situação.

Carolina e Raphael palestram para os fãs
Ambos falaram sobre as influências externas, especialmente sobre as referências pop encontradas em seus livros. Draccon falou que quis transmitir em seus livros o mesmo encantamento que sentia quando lia contos de fada, assistia Caverna do Dragão ou jogava Super Mario Bros, todos grandes influências em sua escrita. Carolina, que em seu novo livro fala sobre a relação entre grandes artistas e a musa inspiradora, disse que O Inverno das Fadas está repleto de trechos de músicas que marcaram sua juventude. "Acho que vai ser interessante rever o livro daqui a alguns anos e ver que fazia sucesso, o que as pessoas gostavam de ouvir".

Draccon rebateu as críticas à "internacionalização da literatura fantástica nacional" dizendo que muitas vezes quando há uma nacionalização da mesma literatura, os leitores não se interessam. Também explica que alguns elementos do folclore brasileiro não funcionariam direito neste tipo de livro. Lembra também que enquanto ele encaixou elementos brasileiros à série Dragões de Éter, seu novo livro, Fios de Prata, ainda que reinvente uma parte da mitologia universal sobre deuses, traz como protagonista um jogador de futebol do Brasil. 

O novo livro, como conta o autor, é sobre uma história de amor e de plano de fundo narra uma guerra mitológica entre os deuses, como o senhor do sono, Morpheus. Fã declarado de Neil Gaiman, ele falou que decidiu "reconstruir" o mito de Sandman tão bem explorado pelo quadrinista. "Fios de Prata – Reconstruindo Sandman é minha própria ode não apenas à literatura fantástica e os autores que mudaram minha vida, mas a tudo o que sempre amei na própria fantasia como um todo", diz o escritor. 

Raphael e Carolina terminaram o bate papo conversando individualmente com os fãs antes de participarem de um desfile pelos corredores da Bienal com os cosplayers de Dragões de Éter, com direito a tambores e gritos de guerra. A parada, que encantou até mesmo quem não sabia do que se tratava e arrebatou muitos flashes, terminou no estande da Leya, onde uma fila gigantesca esperava o escritor para a sessão de autógrafos. E Raphael conseguiu realizar o desejo que já havia expressado via redes sociais um pouco antes de ir para Bienal: assinou os livros dos fãs sentado no Trono de Ferro, exposto no estande para a divulgação do lançamento de A Dança dos Dragões - As Crônicas de Gelo e Fogo.


Aproveitando a Bienal, a Editora Leya adiantou o lançamento do novo livro do selo Fantasy – Casa da Palavra, O Rebelde – Trilogia Corações Valentes, do escocês Jack Whyte. O volume promete ser uma versão mais real da história de William Wallace, o escocês que foi um herói nas guerras da independência da Escócia e foi interpretado por Mel Gibson no filme Coração Valente.

Novo lançamento da Fantasy sobre herói de Coração
Valente
é adiantado para chegar antes Bienal
Carolina autografa na Bienal seu novo livro sobre a
fada inspiradora de artistas que os leva ao suicídio
Raphael Draccon lança seu novo livro, como uma
homenagem a literatura fantástica e àquilo
que o influenciou como escritor de fantasia

0 comentários:

Postar um comentário