19 de mar de 2013

Das Prateleiras: Um Parto de Viagem

Posted by Natália Lins On 14:00 0 comentários



Ao que tudo indica o diretor Todd Phillips acertou o tom certo para fazer comédia, por vezes apelativo mas sem perder a linha, além de gostar de trabalhar com o talentoso ator Zach Galifianakis, que após trabalhar com Phillips em Se Beber, Não Case, aparece com destaque em Um Parto de Viagem (2010). 

Pelo título já é possível imaginar que se trata de um longa no estilo road movie, e conta a história de Peter Higman (Robert Downey Jr.), um arquiteto que precisa viajar de Atlanta para Los Angeles para assistir o nascimento de seu filho. Com a viagem organizada dias antes um imprevisto acontece: ele conhece Ethan Tremblay (Zach Galifianakis), um ator que sonha com o sucesso em Hollywood sem largar seu cachorro Sonny, na porta do aeroporto. A partir desse instante sua vida toma novos rumos. 



Dois personagens completamente diferentes se vêem obrigados a viajar juntos. De um lado o arquiteto típico homem contemporâneo, que faz de tudo para seguir as regras ditadas pela sociedade e do outro, o tresloucado ator, que se perde em meio a suas loucuras e excentricidades. 

Cenas divertidas estão garantidas, porém com um humor nem sempre politicamente correto. O texto também aborda de forma eficiente os dramas dos personagens, que vai além das piadas. A relação de Tremblay com o pai, por exemplo, que foi o responsável pelos traços irritantes na personalidade do jovem. Zach Galifianakis interpretou muito bem o jovem alienado que possui costumes demasiadamente bizarros. 



O queridinho Robert Downey Jr. mesmo interpretando um personagem mais contido também ganhou destaque, como sempre. Ele abriu espaço para Galifianakis mostrar seu talento e fazendo com que se tornassem uma dupla com sincronia perfeita. 

Mesmo parecendo uma história simples e um tanto previsível, Um Parto de Viagem conta com criatividade e humor de qualidade, além da trilha sonora contagiante. Pode não ser uma comédia familiar (tirem as crianças da sala), mas é sem dúvida um ótimo filme e que merece ser assistido.




0 comentários:

Postar um comentário