29 de jan de 2013

Perdidos no Espaço da TV: The Following - Primeiras Impressões

Posted by Natália Lins On 00:30 1 comentários







Muito foi investido na divulgação da série The Following. A Fox não poupou esforços para promover a série: muitos trailers, vídeos virais, entrevistas com os atores e fotos promocionais foram direcionados ao público. Parece que as ideias do criador e produtor executivo da série Kevin Williamson (The Vampire Diaries e Dawson’s Creek) e do diretor, também produtor executivo, Marcos Siega deu muito certo, pois conseguiram atrair a atenção da mídia. E dos telespectadores. 

Para tentar compreender a mente no mais novo serial killer da televisão, Joe Carroll, brilhantemente interpretado por James Purefoy, é preciso adentrar um pouco mais no universo de Edgar Allan Poe, o escritor, poeta e crítico literário que possui obras com características que envolvem morte, ficção científica, mistério policial, romantismo e terror psicológico.



Ryan, um agente do FBI interpretado pelo excelente ator Kevin Bacon, foi responsável pela prisão de Joe após assassinar 14 jovens universitárias, e por salvar a vida de uma de suas vítimas. Agora, nove anos depois, ele recebe a terrível tarefa de capturá-lo pela segunda vez já que fugiu da penitenciária após matar cinco policiais. Ryan, agora aposentado, apresenta grandes sequelas, pois o caso acarretou-lhe problemas físicos e psicológicos, levando-o ao alcoolismo. 

The Following explica ao espectador o que acontece e o que já aconteceu nas vidas de Ryan e Joe através de flashbacks, intercalando o passado com a realidade. Isso foi feito com muita propriedade, porque em poucos minutos o espectador já está situado e compreendendo a série. 



A história se inicia com a fuga de Joe da prisão e imagina-se que ele tem o intuito de encontrar a única vítima sobrevivente, a ex-estudante e atual médica Sarah Fuller (Maggie Grace). Com isso Ryan é convocado para acompanhar o caso e, contra sua vontade, se vê novamente com uma equipe que não faz questão nenhuma de sua presença, exceto por Mike Weston (Shawn Ashmore), fã do trabalho de Ryan. 

Diferente do estereótipo que conhecemos de um serial killer, Joe foi professor universitário de literatura, inteligente, carismático e sedutor, capaz de formar seguidores para seus devaneios. Ele conquistou "amigos" que passaram a segui-lo como uma seita de serial killers. O típico vilão encantador que conquista as moçoilas de plantão. Oposto a Joe está Ryan, sem amigos e introvertido. 



Como toda boa trama, The Following também contempla as relações amorosas. Além do embate entre o vilão e o herói, para complicar ainda mais, existe o amor de uma mulher entre eles. Sim, um triângulo amoroso. Claire Matthews (Natalie Zea) é a ex-esposa de Joe que ajudou Ryan a descobrir a verdadeira identidade do até então professor. Ela acaba se envolvendo com o agente, o que será mais explorado com o decorrer da série. 

Já foi divulgado que a primeira temporada contará com 15 episódios. A audiência do episódio piloto promete um futuro promissor para The Following, mais de dez milhões de espectadores acompanharam a estreia apenas nos EUA. O primeiro episódio da série chega no Brasil dia 21 de fevereiro, às 22h50, pelo Warner Channel. 



1 comentários:

Homem "Invisivel" sem Sombra e Iceman, acho que o vilão não tem chances rsrsrs

Postar um comentário