11 de out de 2012

Era Uma Vez: Espíritos de Gelo

Posted by Thaís Colacino On 23:43 0 comentários

Espíritos de Gelo é provavelmente o menos conhecido livro de Raphael Dracoon, mas há um bom motivo para isso: o livro foi originalmente lançado com exclusividade em Portugal, a fim de iniciar uma série de livros de terror. Lançado em 2011, conta com apenas 176 páginas e uma trama intrigante.


A história é a seguinte: um homem acorda acorrentado em um lugar que não conhece ao lado de um homem vestido com uma blusa do Black Sabbath e usando uma máscara. Este que ordena diversas torturas e surras, que são aplicadas, pelo que pode ser descrito, como versões sadomasoquistas de o gordo e o magro. O torturador quer saber como o homem chegou ali, mas ele não se lembra. E a tortura é o meio de superar o trauma que bloqueou as memórias... Ou pelo menos é o que diz o torturador.

O pior é que a técnica vai funcionando, e o bom é que, como nem o protagonista sabe o que está acontecendo, o leitor vai descobrindo junto toda a história maluca recheada de lendas urbanas. Também é bom avisar que contém palavrões, (muito) sexo e (muita) violência.

Como o livro é curto e cada memória desvendada só deixa a história mais e mais estranha, é difícil largar antes do fim. O único problema do livro são as contanstes referências pop. Se fossem algumas, tudo bem, mas são tantas, em tão pouco tempo, que acaba sendo maçante, indo desde Sasha Grey até o casal Brangelina, passando por Beatles e teorias de morte dos integrantes. É provável que o público-alvo reconheça todas as referências, mas outras pessoas podem se desinteressar pelo que não compreendem. Mas tal aspecto não torna o livro ruim: a história é muito criativa, bem escrita e amarrada, e bem surpreendente.

0 comentários:

Postar um comentário