7 de mai de 2013

Das Prateleiras: Up - Altas Aventuras

Posted by Natália Lins On 23:07 1 comentários


Com histórias carregadas de emoção e sensibilidade a Pixar se supera a cada dia, abrindo mão de heróis valentões e figuras carimbadas que costumamos ver nas telonas, ela cativa o público sedento por histórias inusitadas. 

Muito se questionou quando foi lançado o trailer de Up – Altas Aventuras (2009). Um protagonista velhote e ranzinza que voava com sua casa através de balões não parecia uma história muito atraente. Bastaram alguns minutos de projeção para que o espectador tivesse certeza de que essa premissa funcionaria. 

A trama gira em torno de Carl Fredricksen, um garoto tímido que sonhava em ser um grande explorador para viver muitas aventuras ao redor do mundo. Em meio a um passeio distraído, ele encontra Ellie, uma menina falante que divide as mesmas paixões. A inocente amizade se torna uma bela história de amor que, acabou não lhes trazendo filhos, mas ainda assim tiveram uma vida muito feliz. Já na velhice, Ellie acaba partindo e deixando Carl viúvo e solitário. 



O vendedor de balões aposentado ao perceber que seria mandado para um asilo resolve fugir com casa e tudo (hã?). Ele amarra centenas de balões em sua casa e parte em direção ao lugar que sua querida esposa queria tanto conhecer: as Cataratas do Paraíso. Mas surpresas não faltam ao velho Carl... Quando menos espera surge um turista a bordo, o pequeno escoteiro Russel, atrapalhado como ele só, porém muito prestativo. 

O longa foi divido em duas partes. O primeiro, quando os personagens são apresentados, mostrando o passado do protagonista e o que o motiva a viver uma aventura apesar da idade avançada, alternando entre momentos dramáticos e divertidos. Já no segundo ato, figuras fantásticas são inseridas para adicionar emoção à aventura de Carl e Russel, o ritmo fica mais acelerado e, um vilão surge na tela, o explorador Charles Muntz. E justamente com ele que aparece um problema que salta aos olhos: Muntz já tinha seus 30 e poucos anos quando Carl era apenas um garotinho sonhador, porém, quando se encontram ele não parece muito mais velho do que Carl. 



A relação entre Carl e Russel é o que move a trama. O garoto carente devido à ausência do pai e o idoso que não teve a oportunidade de ter filhos se completam. A jovialidade do menino incentiva Carl a continuar vivendo e, a perceber que a vida pode ser bela ainda, mesmo sem a amada Ellie ao seu lado. 

O filme contou com uma ótima dublagem nacional, a irreconhecível voz de um talentoso ator brasileiro, Chico Anysio, que deu vida ao humor irônico do velho Carl. Além disso, a bela trilha de Michael Giacchino, também merece destaque, assim como uma ótima versão da ópera Carmen

Sensível e divertido, Up – Altas Aventuras mostrou que não se deve duvidar de algo, mesmo que pareça “estranho” ou diferente do que você está acostumado, afinal, a vida é uma caixinha de surpresas...






1 comentários:

Muito bonita a msg que o filme passa! *.*

Postar um comentário